Nova pesquisa revela que um em cada 10 japoneses tem mais de 80 anos

No Japão é feriado nacional o Dia do Respeito ao Idoso, comemorado no dia 18 de setembro deste ano e o país divulgou novos dados oficiais revelaram que confirmam mais de 10% da população atualmente se encontra com 80 anos ou mais. O dado é um indicativo da rápida transformação demográfica enfrentada pelo país

Além disso, os dados também demonstraram que uma parcela da população japonesa com 65 anos ou mais atingiu um aumento recorde de 29,1%, em comparação com 29,0% do ano anterior. Em comparação, a Itália registra 24,5% e a Finlândia, 23,6%, de acordo com o Ministério dos Assuntos Internos.

O Ministério declarou em comunicado à imprensa local que “o Japão se tornou o país com a maior porcentagem da população idosa do mundo”.

Isso vem em decorrência da diminuição da população e do envelhecimento que ocorreram ao longo de décadas, com jovens adiando o casamento e a paternidade, principalmente devido à instabilidade no emprego e desafios econômicos.

Como consequência, o Japão enfrenta custos crescentes com cuidados para idosos, à medida que o número insuficiente de jovens contribui para preencher empregos e financiar programas sociais e de bem-estar.

O Ministério observou que uma parcela da população de 124,4 milhões está atingindo 75 anos ou mais e que o Japão continua a envelhecer. Atualmente, aproximadamente 12,59 milhões de pessoas têm 80 anos ou mais, enquanto 20 milhões têm 75 anos ou mais.

Como resultado, o Japão depende cada vez mais de uma força de trabalho idosa, com mais de nove milhões de idosos trabalhando, representando 13,6% da força de trabalho, ou um em cada sete trabalhadores no país. Embora menor que os 36,2% da Coreia do Sul, esse número está bem à frente de outros países desenvolvidos, como os Estados Unidos, com 18,6%, e a França, com 3,9%.

Os dados também mostraram que mais de um terço das pessoas com idades entre 70 e 74 anos estão empregadas no Japão. Projeções indicam que em 2040, a população idosa do país representará impressionantes 34,8% da população total.

Via Japan News

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img