Super Mario Bros – O Filme: Como é o filme que acaba de estrear no Brasil (Sem Spoilers)

Nintendo e Universal Studios – Divulgação

O personagem Mario Bros chega aos cinemas, numa enorme produção hollywoodiana que tem tudo para se tornar uma enorme saga de sucesso dos personagens da Nintendo nas telonas.

Depois de tentativas com filme em animação japonesa na década de 80, seguido de um filme com atores nos anos 90, a Nintendo relutou em dar uma nova chance aos irmãos encanadores. Só que numa sinergia entre a Universal Studios fez com que a empresa japonesa desse uma nova chance, numa negociação que atravessou dez anos até chegar no resultado que estamos vendo nos cinemas brasileiros.

Trazendo grandes nomes do momento, como Chris Pratt no papel do Mario, Anya Taylor-Joy como a Princesa Peach, Charlie Day como Luigi, Seth Rogen como Donkey Kong, Jack Black como Bowser, Keegan-Michael Key como Toad, Fred Armisen como Cranky Kong, o filme chega com toda atenção que os personagens sempre mereceram ter.

Nintendo e Universal Studios – Divulgação

A história

Para atualizar a história dos personagens, o filme apresenta uma invasão do Bowser em diferentes reinos do universo. Conseguindo uma estrela extremamente poderosa, Bowser pretende invadir o Reino Cogumelo para pedir a Princesa Peach em casamento.

Enquanto isso, vemos os irmãos Mario e Luigi tentando se destacar como encanadores e tendo problemas corriqueiros. Só que num enorme problema de encanamento na cidade, faz com que Mario e Luigi investiguem esgoto da cidade, dando de encontro com um enorme cano verde.

Nesta parte que os personagem se separam entre os reinos, fazendo com que Mario caia no Reino Cogumelo e o Luigi no território do Bowser (em especial no castelo do personagem do Super Mario World).

As verdadeiras motivações do filme começam a se desenhar a partir daqui com Mario descobrindo que precisa salvar Luigi do misterioso Bowser, enquanto o próprio vilão descobre que o sequestrou o irmão bigodudo daquele que está sendo treinado pela princesa.

Numa batalha que se forma, a princesa e o Mario terão que ter ajuda para enfrentar o Bowser e aí que a aventura se desenrola repleto de referências a quase todos os jogos do personagem.

Nintendo e Universal Studios – Divulgação

Um filme que fez a lição de casa

Produzido numa parceria entre a Illumination e a Nintendo, o filme é fiel aos jogos, mas além disso, traz camadas que conversa tanto com o público adulto, como o público infantil do personagem.

Trazendo uma princesa Peach que está ali para lutar ao lado do Mario e não ser resgatada por ele. A mudança mais importante do filme até aqui, lembrando que ela já foi jogável algumas vezes, desde Super Mario Bros 2, ganhando até jogo próprio. A princesa conversa com uma geração em que o papel dela é tão importante igual o do Mario e foi um enorme acerto no roteiro do filme.

É verdade que o filme tem muitas piadas e mudanças que dão ao tom da produtora do filme, aproximando os personagens de outros filmes como Malvado Favorito. E alguns personagens acabam herdando características de seus dubladores, como Bowser e o Donkey Kong que lembram bastante Jack Black e Seth Rogen, respectivamente.

Ao mesmo tempo, ‘Super Mario Bros – O Filme’ tentou a sua maneira incorporar a sua mitologia tudo que já foi produzido dos personagens. Temos referências a quadrinhos, séries animadas, aos filmes e principalmente aos jogos da franquia. Parte dessas referências vão além dos personagens, trazendo citações a jogos como Kid Icarus e Punch-Out e o próprio NES (Nintendinho) em que o Mario joga.

Uma coisa que provavelmente deve agradar todo fã da franquia é como o filme expande as relações familiares dos irmãos Mario e Luigi. Apresentando diversos personagens, temos uma representação clara de uma família italiana morando no Brooklyn, o que torna tão natural o explica o jeito de falar dos dois irmãos.

Nintendo e Universal Studios – Divulgação

Com uma produção de alto nível e um elenco de peso, “Super Mario Bros – O Filme” conquistou o coração dos fãs da franquia. Tendo uma trama bem construída e repleta de referências aos jogos, aliada a uma abordagem mais moderna e inclusiva dos personagens, fez com que o filme fosse um sucesso tanto entre o público adulto quanto infantil. Além disso, a produção não poupou esforços em expandir a mitologia dos irmãos encanadores, apresentando novos personagens e aprofundando as relações familiares dos protagonistas. No final das contas, o filme cumpriu a sua missão de trazer o universo de Mario Bros para as telonas de forma satisfatória e emocionante.

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img