Curioso parque temático brasileiro no Japão: Brazilian Park Washuzan Highland

Brazilian Park Washuzan Highland
Reprodução Facebook do Brazilian Park Washuzan Highland

Tokyo Disney Land, Disney Sea e Universal Studio Japan são três parques temáticos mais conhecidos do Japão, muito visitados tanto por turistas nacionais quanto internacionais. Obviamente, existem muitos outros parques temáticos além desses pelo Japão, sendo que alguns não são tão populares quanto o Legoland e o Ghibli Park. É o caso do curioso Washuzan Highland, também conhecido como Brazilian Park. Pois bem, é um parque com temática brasileira na terra do sol nascente, na cidade de Kurashiki, província de Okayama. Confira a seguir o que você pode encontrar nesse parque.



Atrações diárias

O parque foi inaugurado em 1971 e tem como nome completo Brazilian Park Washuzan Highland. Isso porque o conceito brasileiro foi trazido tempos depois, quando o primeiro diretor do parque conheceu pessoalmente o carnaval do Rio de Janeiro e ficou tão encantado que decidiu reproduzir no seu parque.

Desde 1989 uma equipe que veio diretamente do Salvador, Bahia, realizam apresentações diariamente. Até que em 2006 o parque adotou oficialmente o nome de Brazilian Park. Os artistas brasileiros convidam o público para sambar junto, além de realizarem apresentações de capoeira e trazerem curiosidades sobre o Brasil. O bingo com prêmios originais do parque também é uma atração que anima os visitantes japoneses.

Salgados típicos brasileiros

Um dos restaurantes do Washuzan Highland é o Deli Café Janeiro. Lá você encontra salgados típicos brasileiros: coxinha, pastel e pão de queijo. Apesar de originalmente ser um prato mexicano, tem também um taco sendo vendido com o nome do menu em português: “carne moída tacos”.

Fonte: site oficial do Washuzan Highland

Escadaria colorida

A Colorful Step é uma escadaria colorida que remete a Escadaria Selarón do Rio de Janeiro. O parque também oferece uma alternativa acessível de rampa.

Playground Jango

O nome não lembra muito o Brasil, mas o playground Jango tem uma placa em formato do Brasil, com instruções escritas em como se divertir sem riscos. Um diferencial desse playground é que foram usados materiais inofensivos ao meio ambiente, e por isso mesmo alguns bichinhos, como coelhos e iguanas, podem circular livremente e serem observados bem de perto.

Máquina de venda automática de insetos comestíveis

É isso mesmo que você leu. Tem uma máquina de venda automática de alimentos feitos com insetos comestíveis no Washuzan Highland. Atualmente, já são mais de 70 locais com essas máquinas de insetos espalhadas pelo Japão, mas, segundo o próprio site oficial, o parque brasileiro foi o primeiro a introduzir na província de Okayama.

Na máquina você encontra refrigerante de barata d’água, grilo, bicho-da-seda, mix de larvas e mix de gafanhotos.

Além dos produtos na máquina de venda automática, no restaurante de insetos do Washuzan Highland você poderá provar sorvete e curry japonês (karê raisu) com topping de grilo.

Montanha-russa registrada no Guinness

O Washuzan Highland, além de sua brasilidade, tem muitos brinquedos “assustadores”. Um deles é o “Back Nanjaa”, uma montanha-russa que corre de costas e que possui um recorde registrado no Guiness. Em agosto de 2001, foi promovido um evento desafiando os visitantes a ficar o máximo de tempo possível no brinquedo, e o último a permanecer levava um carro como prêmio. Manami Deguchi e Hiroto Ikegami foram os dois vencedores, dando 1050 voltas em 35 horas e 30 minutos. Eles só não continuaram porque o organizador do evento decidiu intervir, considerando os riscos a saúde, já que os dois estavam todo esse tempo sem se alimentar.

Passeio de bicicleta a 16m de altura

O Sky Cycle é um brinquedo que ganhou repercussão internacional por proporcionar um medo diferente de montanhas-russas convencionais. O passeio de bicicleta parece algo bem tranquilo, se não fosse pela altura de 16m, equivalente a quatro andares de um prédio, e sobre um trilho tão simples que te deixa até preocupado. A vista para o mar rende ótimas fotos, mas isso só vale para quem não tem medo de altura.

O tweet abaixo é de um fotógrafo japonês que experimentou o passeio de Sky Cycle e relatou que “caso o medo te impeça de continuar pedalando, a bicicleta de trás poderá te empurrar até o ponto de chegada”.

Verão na piscina

Durante o período de verão, o Washuzan Highland tem até uma área aquática com um grande tobogã, chamada Spiral Slider Pool.

Mascotes do Washuzan Highland: Chupy, Chuly e Barudia-san

Fonte: Instagram do Barudia-san (Valdir Amaral)

Chupy é um menino que gosta de sambar, comer churrasco e bolo. É brincalhão e corajoso, pula até de bungee jump.

Chuly é uma menina que também gosta de dançar, tomar banho e a sua bebida preferida é água de coco. Diferentemente do Chupy, que é nascido no Japão, a Chuly é brasileira.

Barudia-san é como o Valdir Amaral é chamado no Washuzan Highland. Você poderá encontrá-lo em diversas partes do parque, desde placas até lembrancinhas. A sua personalidade amigável e os seus trejeitos cômicos conquistaram o coração de fãs japoneses.

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img