Morte por suspeita de reação contra vacina da Covid-19 causa apreensão no Japão

Marido de Ayano Iioka lamenta morte e cobra respostas

Mulher residia em Aichi, tinha 42 anos e morreu após receber dose adaptada para a subvariante BA.5 Ômicron

Uma associação médica na prefeitura de Aichi, no centro do Japão, abriu investigação sobre a morte de uma mulher de 42 anos após ela receber uma dose de vacina contra COVID-19 adaptada para a subvariante BA.5 Omicron.

O grupo suspeita que sua morte pode ter sido resultado de uma reação anafilática à vacina, com sua família alegando que a equipe médica não forneceu tratamento adequado, apesar de ela apresentar sintomas de uma resposta alérgica.

Ayano Iioka recebeu a injeção em um local de vacinação em massa em Aisai, na província de Aichi, no dia 05 de novembro. Em poucos minutos, sua condição piorou, levando um médico e quatro enfermeiras no local a atendê-la, segundo a cidade. No início, ela estava consciente e queixando-se de dificuldade para respirar. O médico tentou dar-lhe uma injeção de epinefrina, mas desistiu depois de não conseguir encontrar uma veia. Nenhum tratamento anafilático foi administrado, pois seu vômito continha sangue, levando o médico a suspeitar que havia anormalidades em seus pulmões.

A mulher morreu em um hospital cerca de 90 minutos depois da reação. Portadora de comorbidades, as autoridades não conseguiram confirmar se a morte pode ser atribuída à vacina. A Associação Médica de Aichi disse que investigará a resposta da equipe médica após a morte de Iioka ter sido relatada a ela como um caso de negligência médica.

“As explicações (das autoridades) não são convincentes”, disse o marido de Iioka, Eiji Iioka. “Peço que cheguem a uma conclusão e tomem medidas para evitar que casos semelhantes aconteçam”, acrescentou. Em um aviso datado na semana passada, o governo da província instruiu os municípios de Aichi a reexaminar sua prontidão para fornecer atendimento de emergência nos locais de vacinação.

(Agência Kyodo News)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img