Mesmo com temporal, Associação Nikkei do RJ promove “Noite do Japão”

O deputado federal Kim Kitaguiri, a deputada estadual Elika Takimoto, cônsul geral adjunto Yoshitaka Kinoshita entre outros – Hideo Yamawaki

No dia 7 de outubro, mesmo com previsão de temporal o público compareceu para prestigiar à “Noite do Japão” da Associação Nikkei do Rio de Janeiro.

Mesmo faltando energia elétrica, os tocadores mirins e tibiko  do Rio Nikkei Taiko continuaram tocando porque a professora-guia, Ligia Yoshiko Hatano, não parou: a plateia solidária, iluminou o palco com seus celulares.

Kenhitiro Kurihara, presidente da Rio Nikkei, recebeu deputado federal Kim Kataguiri, deputada estadual Elika Takimoto, vereador Pedro Duarte, Bruno Kazuhiro, subsecretário de Turismo  da Prefeitura do Rio de Janeiro. Da mesma forma cônsul-geral do Japão Ken Hashiba, cônsul-geral adjunto Yoshitaka Kinoshita, Hiroshi Kozakai, diretor da Escola Japonesa, entre inúmeras presenças ilustres. Carlos Gil, repórter da Rede Globo, esteve com seu filho Vicente, e saboreou iguarias japonesas.

Todas as apresentações foram muito apreciadas: Karatê por alunos da Escola Luciana Vasques; Dança Japonesa pela professora Lilian Eiko Sinohara. Também os números de artes marciais da Rio Nikkei: Karatê, responsável Mário Ikenami, Aikido, sensei Henrique Apolinário, Judô, sensei Felipe Guimarães. O Sumô Rio Nikkei, único no Rio de Janeiro, coordenador Daniel Macedo Guedes, estreou o Sumô Feminino com três sumotoris.

Os resultados da atração numérica foram acompanhados com muita expectativa, e os prêmios e brindes alegraram os ganhadores.

O Rio Nikkei Taiko impressionou com seu alto nível técnico, perfeita e complexa harmonia, contagiante vibração, inéditas criações. O pioneiro do grupo, Mário Kimio Matsumoto, agradeceu em nome de todos às pessoas, que contribuíram ao longo dos 20 anos de existência, algumas já falecidas. Teruko Okagawa Monteiro presenteou com galhardete comemorativo de sua autoria os tocadores reunidos no palco.

Sob enorme toldo, os participantes adquiriram lembranças, camisetas, e degustaram lamen, udon, karê,  inarizushi, temaki, hot filadélfia,  harumaki, gyoza, shumai. Ainda, takoyaki, tempurá, yakitori, linguiça no pão, salsichão, banana caramelada, doces. Cerveja, caipirinha, sakê e variações, além  de refrigerante e água.

Como acontece sempre, o Bon Odori conduzido pela professora Lilian Eiko Sinohara, encerrou esse frequentado evento nikkei. 

Única equipe de sumô do Rio de Janeiro, a Rio Nikkei estreou o sumô feminino com três atletas – Juvenal Issao Iamaguti

(Texto de Teruko Okagawa Monteiro)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img