Japão expresso: segurança como prioridade

O Brasil é um país que possui as mais diversas paisagens. De praia à Floresta Amazônica, o brasileiro usufrui de uma natureza abundante e exuberante. Além disso, o país está geograficamente em posição privilegiada, com poucas incidências de desastres naturais, comparado ao Japão. Por isso, é difícil, para o brasileiro, pensar como agir em determinados eventos de perigo, não é? Hoje, no Japão Expresso, falaremos sobre como o Japão introduziu em sua rotina modernos sistemas de prevenção de destrares e de que forma o método de prevenção é trabalhado com a população em geral.

O país nipônico, ao longo se sua história, já experimentou diversos eventos relacionados à desastres naturais. Por essa razão, o país implementou um muitas estratégias, a fim de cumprir com os protocolos mais seguros para cada situação. São vários os investimentos do governo em ferramentas eficazes como:

Sistemas de alertas prococe que detectam anormalidade sísmica e emitem alerta de terremotos e tsunamis para a população por meio de aplicativos, TV e rádio, com boa antecedência;

Educação preventiva em escolas através aulas regulares, simulações de evacuação e campanhas de conscientização. Além disso, essa educação é fortalecida pela comunidade, com voluntários em cada região;

Infraestrutura com rígida regulamentação, que permite construções fortes e seguras a todos.

Abrigos e planos de evacuação para locais seguros, com suprimentos e comunicação emergencial.

Todos esses procedimentos, juntos, tornam o Japão um dos países mais preparados e prevenidos em relação às catástrofes naturais. E, se você estiver com passagem marcada para Tóquio, não deixe de fazer download do aplicativo 東京都防災(tookyooto boosai). Ele traz orientações preciosas em casos de emergência. Vamos aprender alguns vocabulários e uma dica sobre prevenção de desastres?

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img