Isabella Chiam toma posse como nova presidente da Comissão de Jovens

A nova Diretoria da Comissão de Jovens do Bunkyo com convidados e autoridades jovens ganham cada vez mais protagonismo nas entidades nikkeis – Aldo Shiguti

Em cerimônia bastante concorrida – que contou com a presença do cônsul geral do Japão em São Paulo, Toru Shimizu, e da representante sênior da Jica (Japan Interntational Cooperation Agency), Reiko Kawamura – tomou posse a nova Diretoria Executiva 2024 da Comissão de Jovens (Seinen) do Bunkyo, que terá à frente a designer gráfica Isabella Chiam Perrote, de 25 anos. Descendente de chineses, italianos e portugueses, ela era vice-presidente na gestão anterior, de Douglas Mitsuyuki Ito, de Bragança Paulista.

Realizada no último dia 6, no salão nobre da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, no bairro da Liberdade, em São Paulo, a cerimônia contou ainda com a presença do presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa; do vice-presidente da entidade e presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio; Patricia Takehana (representando o coordenador do Comitê Jovem, Rodolfo Wada); o presidente da Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), José Taniguti e o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Eduardo Yoshida, entre outros.

Diretoria – Além de Isa – como Isabella é conhecida – também tomaram posse: Ângela Yuri Saito (1ª vice-presidente); Leonardo Hideki Tahira Inomata (2 vice-presidente); Willian Norio Kashiwai (1º secretário); Leonardo Maruyama Fontes (2º secretário); Raphael José Rodrigues Vieira de Andrade (1º diretor Financeiro); Cyntia Onuki (2ª diretora Financeira); Tamilyn Tiemi Massuda Ishida (1ª diretora de Marketing); Gabriele Mena Andrade (2ª diretora de Marketing); Henrique Akio Tikasawa (1º diretor de Recursos Humanos – único ausente na posse); Thiago Hideki Hirano (2º diretor de Recursos Humanos); Fabiana Nayumi Yai (diretora de Eventos Culturais); Fernanda Yukari Yokoyama (diretora de Eventos Esportivos)  e Bruna de Sousa Ó (diretora de Eventos Beneficentes).

Alegre e responsável – Em sua fala, Patricia Takehana disse que a Comissão de Jovens é a porta de entrada dos voluntários que desejam participar das atividades do Bunkyo. Ela conta que teve oportunidade de acompanhar a trajetória de Mitsu e que, apesar de sua pouca idade, tem muita experiência, seja atuando no Seinenkai da Associação Central Nipo-Brasileira da Região Bragantina, e depois como diretor do kaikan, ou como presidente do Seinen Bunkyo e agora como presidente da Comissão do Fórum de Integração Bunkyo (FIB).  Quanto à Isa, Patrícia se referiu à sucessora de Mitsu como uma pessoa “alegre, comunicativa, responsável e de muita entrega”.

Participação ativa – Em seu discurso, o cônsul geral do Japão em São Paulo disse que é motivo de orgulho testemunhar a participação cada vez mais ativa de jovens não só no Bunkyo bem como nas demais entidades da comunidade. Fico muito feliz que em mais de 115 anos após a chegada dos primeiros imigrantes japoneses, e mesmo com as mudanças ocorridas os jovens continuem a se esforçar dentro da preservação do legado dos pioneiros e da difusão da cultura japonesa do Brasil”, disse Toru Shimizu.

Energia vibrante – Segundo ele, é fundamental que as organizações não apenas envolvam e capacitem os jovens, mas também os incentivem a exercer uma liderança ativa, permitindo que continuem “com sua energia vibrante e suas perspectivas e ideias inovadoras”. 

“Nesse contexto, cultivar um diálogo aberto e a transferência do valioso conhecimento da liderança dos senhores e senhores na juventude brasileira é essencial para que a comunidade permaneça relevante e continue a exercer o papel de alicerce da relação Japão-Brasil”, explicou o cônsul.

Ele lembrou ainda que recentemente a Jica assinou um memorando de cooperação ‘Unidos pelo futuro’ com o Bunkyo, o Kenren e o Enkyo, visando promover novos programas de intercâmbio entre a comunidade e o Japão. “Espero que esta seja mais uma oportunidade para que muitos jovens conheçam melhor a terra e as tradições de seus ancestrais contribuindo assim para o contínuo enriquecimento da comunidade nipo-brasileira”, concluiu o cônsul.

Agradável surpresa – Já o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, afirmou considerar a transmissão de posse da Comissão de Jovens “um ritual comum de clima de festa”. Segundo ele, trata-se de “um momento de confraternização em que novos líderes despontam e publicamente assumem alguma responsabilidade de conduzir as atividades da Comissão”.

Ele chamou a atenção para a “agradável surpresa” de a sucessora da gestão do Mitsuyuki Ito, ser uma mulher e, “além disso, não descendente de japoneses”. “Aliás, na gestão da Isabella, pelo menos três dos diretores também são não descendentes de japoneses”, observou Ishikawa, acrescentando que “para nós isto é motivo de grande euforia”. E completou: “Hoje a miscigenação é muito importante”. 

“Acredito que essa renovação e a diversidade resultam na preocupação da Comissão em proporcionar um melhor acolhimento aos jovens não nikkeis admiradores da cultura e do valor japonês. Trata-se de uma convivência e compartilhamento que apontam para o futuro de uma grande miscigenação”, explicou Ishikawa, lembrando que, desde o primeiro dia de seu primeiro mandato, em 2019, sempre procurou apoiar e dar protagonismo aos jovens.

A nova presidente com a equipe que conduzirá os trabalhos do Seinen Bunkyo em 2024

Empreendedores – “Isso foi crucial para o fantástico empenho deles durante a pandemia de 2020 e 2021. Naquela ocasião, graças aos jovens, com o seu conhecimento técnico e informática e sua criatividade, foi possível conseguir elementos para visualizar algumas alternativas para superar as incertezas da pandemia. Inclusive, temos nos empenhado para que os jovens membros da diretoria também representem o  Bunkyo em diversas atividades da comunidade nipo-brasileira fora de São Paulo”, disse Renato Ishikawa.

Protagonismo – O presidente do Bunkyo afirmou que continua acreditando na importância de “apoiar o protagonismo dos jovens como legítimos sucessores de nossas entidades, sejam eles descendentes ou não de japonês, mas admiradores da cultura japonesa”. 

“Lembro que, ultimamente, as autoridades japonesas estão cada vez mais preocupadas em encontrar uma maneira de atrair os jovens e de aumentar a participação deles nas nossas entidades. Para tanto, planejam aumentar a concessão de bolsa de estudo para que os mais jovens possam vivenciar o Japão em sua cultura e seus hábitos”.

E finalizou sua fala com a esperança que os jovens se envolvam cada vez mais nos diferentes setores de entidade. “Que vocês sejam os empreendedores da modernização e construção de um novo patamar da nossa entidade”, concluiu Ishikawa.

Diversão – Douglas Mitsuyuki Ito, o Mitsu, iniciou seu discurso de despedida lembrando que 2023 “foi um ano que mudou minha vida pessoal e coincidiu com este incrível presente de assumir a presidência após a gestão da Grazi [Graziela Tamanaha]”. “Um presente cheio de desafios, aprendizados, fortalecer e fazer novas amizades e tentar entender quem é o mais maluco dentro do Seinen. Foi um ano muito divertido e essas memórias vou levar para toda a vida”, disse, explicando que “em 2023 abraçamos a missão pela busca do equilíbrio: diversão em primeiro lugar, mas sempre aliado com o compromisso”.

Ao jornal Nipppon Já, Mitsu afirmou que entrega sua gestão com um misto de alegria e alívio. “Mas ao mesmo tempo muito confiante porque as pessoas que estão assumindo são pessoas que conheço muito bem. “Essa energia, essas boas intenções, essa chama, vamos dizer assim, ela foi passada, então eu consigo seguir em frente com outros projetos sem precisar olhar para trás, sem precisar ficar de alguma maneira monitorando”, comentou Mitsu.

Isabella Chiam posa com familiares Apoio

Compromissos – Já sua sucessora fez um discurso de agradecimentos e enfatizou que, como nova presidente do Seinen, “meu compromisso é fortalecer os nossos laços com a promoção da cultura e tradições japonesas e contribuindo com os interesses e necessidades da nossa comunidade”. E destacou que sua determinação em cultivar um ambiente de inclusão e diversidade, “onde cada voz seja ouvida e cada ideia seja valorizada”. 

“Vamos trabalhar juntos para inspirar e capacitar novos membros e alcançarmos, assim, o pleno potencial de cada um. Meu desejo é que, entrando no Seinen, os voluntários possam conhecer e também encontrar sua proposta de vida”, disse, admitindo que “o caminho não será somente flores, mas que, no final desse ciclo, tenhamos ótimas memórias, grandes amigos e um orgulho por tudo que realizamos”.

Fazer a diferença – Segundo ela, como jovens e líderes, “temos o privilégio e a responsabilidade de moldar o mundo ao nosso redor”. Vamos abraçar esse desafio com coragem, determinação e com paixão. Vamos lembrar sempre da importância de servir aos outros e de fazer a diferença em nossa comunidade. Estou ansiosa para embarcar nessa jornada com cada um de vocês. Que possamos caminhar juntos, inspirando e sendo inspirados”, concluiu Isa.

Todos os participantes da Cerimônia de Posse da Comissão de Jovens do Bunkyo

(Aldo Shiguti)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img