Em espaço histórico, Festival da Primavera recebe 15 mil pessoas

Grupo Todos Nós foi uma das atrações nos dois dias do 15º Festival da Primavera, realizado pelo Clube Nipo de Piracicaba

O Clube Cultural Recreativo Nipo-Brasileiro de Piracicaba realizou, nos dias 23 e 24, no Engenho Central, a 15ª edição da Festa da Primavera – Mostra da Cultura Japonesa. Foi o quarto ano no Engenho Central, localizado à margem do rio que dá nome à cidade. A edição deste ano da festa fez parte das comemorações dos 115 Anos da Imigração Japonesa no Brasil e dos 105 da Imigração Japonesa em Piracicaba.

Patrimônio tombadopelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat), o local abrigou o mais importante engenho de açúcar do país e foi desativado em 1974, virando um importante complexo artístico cultural e cenário ideal para importantes eventos como o Salão Internacional de Humor de Piracicaba, Virada Cultural Paulista e Paixão de Cristo. E mais recentemente para a Festa da Primavera, que a cada ano que passa se consolida como um dos grandes eventos do município. 

Além de celebrar a chegada da primavera – para muitos uma das estações mais aguardadas – e proporcionar à população de Piracicaba e região uma verdadeira imersão na cultura japonesa, a festa também promove oportunidades de negócios.

Orgulho – De quebra, contribuiu para fortalecer os laços de amizade entre o Japão e o Brasil. Como destacou o cônsul Takahiro Yamauchi na cerimônia de abertura. Segundo ele, celebrações como a Festa da Primavera de Piracicaba fortalecem ainda mais os laços entre o Japão e o Brasil”. “Por isso agradeço a todos os organizadores e colaboradores pela dedicação”, disse o cônsul, explicando que ficou feliz em saber “o quanto a cultura japonesa é vibrante e querida no Brasil e como ela integra cada dia mais a riqueza multicultural do país, motivo de muito orgulho para o povo japonês”. 

“Sem dúvida, isso foi possível graças aos imigrantes da comunidade nikkei, como a de Piracicaba, que transmitem nossas tradições aos seus descendentes há mais de um século , e o acolhimento carinhoso de sociedade brasileira aos japoneses e nossa cultura”, ressaltou.

Calor – Com os termômetros registrando temperaturas acima dos 36º neste final de semana em algumas localidades brasileiras, o Clube Nipo de Piracicaba tentou amenizar o calor colocando climatizadores próximos ao palco. “Também tinha uma brisa que permitiu que as pessoas pudessem, ao mesmo tempo, se divertir, passear e apreciar a nossa culinária japonesa”, explicou o presidente do Nipo, Pedro Mizutani.

Segundo ele, a Festa da Primavera recebeu mais de 15 mil pessoas nos dois dias de festa. “Tivemos muitas atrações e comidas maravilhosas”, conta. O público teve oportunidade de conferir diversas apresentações como os milenares taikô (tambores japoneses) com os grupos Kyuryu Daiko, do Nipo de Piracicaba; Yuriki no Kizuná Eisá Daiko e Ishin Denshin Wadaiko, além de shows com o Grupo Todos Nós e cantores como Sergio Tanigawa. Destaques também para demonstrações de artes marciais, danças e números de magia com Edson Iwasaki.

Kitana – Já a cultura pop marcou presença através do K-Pop e do Concurso de Cosplay, que recebeu 58 candidatos. A vencedora foi Jennifer Muniz, com Kitana, da série Mortal Kombat. 

Abertura – No sábado, a programação foi aberta pelos alunos do Projeto Aprendendo com Música da Associação Atlética Educando pelo Esporte. Em parceria com a Secretaria Municipal de Ação Cultural (Semac), o projeto proporciona o acesso à cultura e a integração social por meio da música. De acordo com Bruna Gomes, o Educando pelo Esporte existe desde 1997 e atualmente atende crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos. Além da música, oferece ainda atividades como futebol, teatro e informática.

A abertura, que teve como mestre de cerimônias o presidente do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, Tadayoshi Hanada, teve direito às execuções dos hinos nacionais do Brasil e do Japão e também da tradicional cerimônia do kagami biraki (que literalmente significa “abertura do espelho” ou quebra da tampa do barril de saquê).

Além do cônsul Takahiro Yamauchi e do presidente do Nipo de Piracicaba, Pedro Mizutani, estiveram presentes o secretário municipal da Ação Cultural (Semac), Carlos Alberto Lordello Beltrame; o diretor do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Celso Mizumoto; o presidente da Comissão Bunkyo Rural / Prêmio Kiyoshi Yamamoto, Nelson Kamitsuji; o vereador e diretor do Nipo de Piracicaba, Pedro Kawai e o deputado estadual, Helinho Zanatta, além de patrocinadores.

Valores – Pedro Kawai destacou o apoio da Prefeitura de Piracicaba e a contribuição japonesa não só para a cultura como também para a economia e o agronegócio. Ele lembrou que a Festa da Primavera foi criada com o intuito de “agradecer e reverenciar a imigração japonesa em Piracicaba”. E pediu uma salva de palmas para os voluntários que estavam trabalhando na cozinha. 

Representando o prefeito Luciano Santos Tavares de Almeida, o secretário Beltrame explicou que era uma honra para a Semac participar da festa.  

Ao jornal Nippon Já, o secretário afirmou que a Festa da Primavera “é de grande importância para o município, não só para o poder público como também para a população”. “É um evento que, além de movimentar a economia e o turismo da região, dá visibilidade e agrega valores da cultua japonesa”, explicou Beltrame, acrescentando que “é uma festa que integra as pessoas”. 

“Você vê aqui famílias inteiras, vê casais e vê filhos participando. É uma festa cuja tendência é crescer e com certeza a Prefeitura vai estar sempre apoiando”, garantiu o secretário.

Emenda – Quem também prometeu apoio às próximas edições da Festa da Primavera foi o deputado estadual Hélio Zanatta. Representante de Piracicaba e região na Assembleia Legislativa paulista, ele destacou a importância imigração japonesa para o desenvolvimento do país. 

“Nós precisamos desta proximidade com os japoneses pois os dois países são coirmãos e podem realizar grandes trabalhos juntos”, disse o parlamentar que reforçou seu discurso afirmando que para 2024 pretende apresentar uma emenda parlamentar através da Semac para a 16ª edição da Festa da Primavera. 

Uma realização do Clube Cultural Recreativo Nipo-Brasileiro de Piracicaba, a Festa da Primavera de Piracicaba contou com apoio da Secretaria da Ação Cultural (Semac), Prefeitura de Piracicaba e sistema Sest Senat (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte).

(Aldo Shiguti)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img