Denis Teruya quer dar continuidade à gestão de Hanada no Nipo de Campinas

Tadayoshi Hanada (D) com seu sucessor, Denis Teruya Continuarei colaborando com o Nipo – Divulgação

Em Assembleia Geral Ordinária realizada no dia 23 de março, tomou posse a nova Diretoria do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas para o biênio 2024/2026. Denis Teruya assume como novo presidente. Ele sucederá Tadayoshi Hanada, que ficou no cargo de presidente por 14 anos. Ele fez questão de agradecer a todos os diretores pelo apoio recebido durante todas as suas gestões, que começou em 2004, e desejou à nova Diretoria sucesso e uma excelente administração.

Hanada lembra que entrou no Nipo em dezembro de 1991 e em março do ano seguinte foi eleito vice-presidente. “Foi um período difícil para mim, porque não conhecia quase ninguém e tive que mostrar serviço”, conta, acrescentando que foi eleito outras vezes como vice-presidente, “mas gostava mesmo de atuar na parte de eventos”. 

E assim, entre vice-presidente e diretor de eventos permaneceu até 2004. Nesse ano, conta, acabou finalmente aceitando o convite para ser o presidente do Nipo-Campinas, o 17º da entidade.

Sucessão – Hanada explica que atuou respondendo pelo Nipo mesmo sem estar como presidente. 

“Foram 20 anos à frente da entidade”, conta, afirmando que “o grande problema da sucessão “é que não encontramos interessados em assumir, principalmente como no caso de Campinas, com um orçamento mensal em torno de 40 a 50 mil e seis empregados”.

Balanço – Hanada, que continuará colaborando assessorando o novo presidente teve um papel preponderante durante as gravações da minissérie Haru e Natsu, logo que assumiu. No mesmo ano, em novembro, realizou, pela primeira vez no Nipo-Campinas, a Exposição Nacional de Orquídeas, que continua até hoje com grande sucesso.

“Mas, fico muito contente em dizer que tive o enorme prazer de idealizar a criação do Festival do Japão em Campinas com muito apoio da minha falecida esposa, Masako Maeda Hanada. Foram muitos anos e com muitos eventos até hoje, agora com a grande ajuda de minha esposa atual, Cecília Mayumi Shirassawa”, disse, afirmando que “um momento inesquecível foi o encontro que teve com a princesa Mako, no aeroporto de Viracopos, em 2018, quando a então princesa esteve no Brasil por conta das comemorações dos 10 Anos da Imigração Japonesa no Brasil.

“Hoje sou muito grato ao Nipo-Campinas por ter tido oportunidade de conhecer muitas pessoas. E acabei também sendo conhecido por muitas pessoas”, disse Hanadam que também foi presidente do Departamento de Karaokê do Nipo-Campinas e vice-presidente do departamento de karaokê da Associação Okinawa Kenjin de Campinas.

Expectativas – Seu sucessor, Denis Cesar Teruya, conta que pretende dar continuidade aos trabalhos da gestão anterior. “Tenho boas expectativas na presidência do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, de continuar a excelente gestão do Tadayoshi Hanada nas duas últimas duas décadas, assim como os demais diretores e conselheiros”, ressaltou, explicando que seus principais objetivos são “deixar as finanças em dia e promover reformas e reparos necessários para o cotidiano”.

Outras etnias – Para Denis Teruya, “a participação dos jovens é fundamental e de extrema importância, pois no futuro eles serão os gestores do Nipo”. “Sem falar do aumento de participação das mulheres e de brasileiros de outras origens (descendentes de europeus, africanos e indígenas)”, frisou Denis Teruya.

(Aldo Shiguti)

Diretoria Executiva do Nipo de Campinas
para o Biênio 2024-2026

Presidente de honra: Tadayoshi Hanada

Presidente: Denis Teruya

Vices: Hiromiti Yassunaga, Akira Komiyama e Graciana Yamamoto

Tesoureiros: Dalton Yamakawa, Fábio Yokomiso e André Dorte dos Santos 

Secretários: Guilherme Augusto Marcelino. Marisa Kawano Oda e Marcia Yamaguishi.

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img