Comitiva de Naha visita prefeito Ricardo Nunes

Prefeitos de Naha e São Paulo, secretária Marta Suplicy, presidente da Assembleia de Naha e o cônsul do Japão, Ryosuke Kuwana

Depois de participar de agendas em São Vicente,no litoral paulista, cidade com a qual mantém acordo de irmandade, a comitiva da cidade de Naha, na província de Okinawa, no Japão, esteve na capital paulista, na terça-feira (25), onde cumpriu uma série de compromissos, entre eles, uma visita à sede da Prefeitura de São Paulo.

Acompanhados da diretoria da Associação Okinawa Kenjin do Brasil, Associação Naha Shimin do Brasil, Associação Okinawa de Vila Carrão e do cônsul geral do Japão em São Paulo, Ryosuke Kuwana, o prefeito e o presidente da Assembleia da cidade de Naha, respectivamente, Satoru Chinen e Yoshitaka Nohara, foram recebidos pelo prefeito Ricardo Nunes, pela secretária municipal de Relações Internacionais, Marta Suplicy, e pelo coordenador de Relações Internacionais, Rodrigo Massi.

Durante o encontro, intermediado pelos vereadores Aurélio Nomura e George Hato, Ricardo Nunes informou à comitiva de Naha a contribuição dos japoneses para o desenvolvimento da de São Paulo e as homenagens da cidade aos japoneses, além de assistirem uma apresentação do projeto Esplanada Liberdade, com o intuito de estimular a cultura local e promover um espaço público para ampliar o potencial da região. O projeto poderá incluir praças, comércios, restaurantes e equipamentos para cultura.

Restaurantes – Ricardo Nunes falou também sobre as dificuldades de administrar uma cidade do tamanho de São Paulo, que “acolhe todos os povos”. Já Marta Suplicy destacou que a capital paulista tem mais restaurantes japoneses que churrascarias e recomendou uma visita ao Parque do Ibirapuera, na zona Sul de São Paulo.

“A capital paulista acolhe a maior comunidade de japoneses fora do Japão, há cerca de 2 milhões de cidadãos japoneses no Brasil, sendo 1,2 milhão (60%) no estado. Naha é a capital de Okinawa, seus representantes municipais também comemoram os 115 anos da chegada dos primeiros imigrantes de Okinawa ao Brasil. No último mês a Prefeitura de São Paulo assinou o aniversário da imigração japonesa, durante uma sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo”, explicou a secretária Marta Suplicy.

Comitiva japonesa com lideranças da comunidade okinawana na Câmara Muncipal de SP

Agradecimento – Ao Nippon Já, o prefeito Ricardo Nunes destacou a importância do encontro. “Naha é a capital da província de Okinawa, região de onde mais veio imigrantes japoneses para a cidade de São Paulo e por isso é muito importante estar estreitando os nossos laços, tanto os de confraternização quanto de trocar experiências. A comunidade japonesa tem papel fundamental no desenvolvimento da cidade de São Paulo e  a gente tem, inclusive, representantes nikkeis no nosso legislativo – os vereadores Aurélio Nomura, George Hato e Rodrigo Hayashi Goulart – e é muito importante estarmos próximos ao Japão”, disse o prefeito, que agradeceu muito a presença do prefeito e toda a sua comitiva.

Após a visita ao Gabinete do prefeito, a comitiva de Naha seguiu para a Câmara Municipal de São Paulo e em seguida conheceu o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, onde foram recebidos pela presidente da Comissão de Administração do MHIJB, Lidia Yamashita.

(Aldo Shiguti)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img