Brasileiro relata ‘pânico extremo’ durante forte tremor

Na tv japonesa, autoridades emitiram alertas em português para avisar brasileiros – Divulgação

“Nunca senti tanto pânico na vida”. É com esta frase que o brasileiro Rogério Nagamatsu relata os momentos durante o terremoto. Ele estava na província de Fukui quando sentiu os primeiros tremores. “No primeiro momento, parecia como uma tontura, vertigem. Porém, logo me dei conta de que era um terremoto. Foi a primeira vez que senti muito medo, mesmo já tendo vivenciado outros tremores”, relata ele, que vive no Japão há mais de 20 anos.

Vendo as notícias pela televisão e acompanhando as redes sociais, o nikkei sente-se aliviado e, ao mesmo tempo, triste por ver tamanha destruição ocasionada pelo abalo sísmico. “Eu e minha família estamos bem. Não tive notícias de brasileiros que foram vitimados pelo terremoto. Mas é muito triste ver muitas famílias na região afetada desabrigadas. Rezo para que não haja mais vítimas fatais”, explica Nagamatsu.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil atualizou a situação dos brasileiros que estão na região do Japão atingida pelo terremoto. Segundo o Itamaraty, não há, até a última quinta-feira (04), notícia de brasileiros mortos ou feridos.

Em nota, a diplomacia brasileira também expressou solidariedade ao governo e ao povo do Japão pelas vítimas, pessoas afetadas e danos sofridos. O Itamaraty reforçou que está em contato com a comunidade brasileira e com autoridades locais. A situação é monitorada pela Embaixada do Brasil em Tóquio e pelos consulados-gerais no território japonês.

(Rodrigo Meikaru)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img