1º Festival de Cultura Geek da Liberdade atrai público jovem

Banda Arigatões marcou presença no 1º Festival de Cultura Geek da Liberdade

Com a realização do 1º Festival de Cultura Geek da Liberdade no último dia 17, o tradicional bairro da Liberdade – um dos principais cartões postais da cidade de São Paulo – recebeu um público apaixonado pela cultura pop. Inspirado na lei nº 17.672, de 6 de outubro de 2021, de autoria do vereador Aurélio Nomura, que incluiu no Calendário Oficial do Município de São Paulo o “Dia de Cultura Geek” – a ser comemorado todos os anos no dia 25 de maio – o evento reuniu os mais diferentes tipos de geeks – do clássico TI ao otaku, passando pelos amantes de games e fanáticos por séries.

Eclética, a programação também reuniu atrações para todos os gostos e idades. Das batidas do taikô ao som da banda Arigatões, palestras e apresentações de dança até um túnel do tempo. 

Comandado pelo apresentador Marcos Chapeleta, o “Túnel do Tempo da Era da TV Manchete” contou com a participação do empresário Toshihiko Egashira – empresário da Everest Vídeo Tikara Filmes, que trouxe a série Jaspion para o Brasil –; Nelson Sato, proprietário da distribuidora Sato Company; Diogo Miyahara (cantor de Tokusatsu Music); Winne Li (garota do Planeta Star dos sorteios no Programa Clube da Criança); Nana Takada (a Tomoko do Cybercops do Circo Show Tokyo Space) e Adriel Almeida (o coreógrafo e dublê de Jaspion, Changeman e Flashman no Circo Show Tokyo Space).

Durante todo o domingo, o público conferiu uma exposição de carros customizados da Itasha Brasil, como o Batmóvel de 1966 e o Carro Conversível da Barbie.

Vencedores do Concurso Cosplay com apresentadores Kendi e Ayu Bacos

Um dos pontos altos foi o concurso de cosplay comandado pelos apresentadores Kendi Yamai e Ayu Bacos na sede da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), com a participação de mais de 40 candidatos. No final, a vencedora foi Bruna, com a personagem Akali, do jogo League of Legends. 

Com o título, ela já garantiu uma vaga para a grande final do Akiba Cosplay, que acontece dentro do Festival do Japão, evento realizado anualmente pela Kenren – Federação das Associação de Províncias do Japão no Brasil e considerado o maior evento de cultura japonesa do mundo fora do Japão.

A segunda colocação ficou com Victor, que interpretou Zoro, personagem fictício da série One Piece, enquanto Adriano Tavares garantiu a terceira colocação com Mestre Kame, do Dragon Ball. Fechando a lista de vencedores, Juliana Farron ganhou o prêmio Destaque com Branca de Neve.

Experiente no assunto – é o apresentador/coordenador das seletivas do Concurso Miss Nikkey e da grande final que também acontece no palco do Festival do Japão, além de comandar ainda a área Akibaspace voltada aos jovens e aos fãs de cultura pop, Kendi Yamai acredita no sucesso do Festival de Cultura Geek.

União – Segundo ele, a primeira edição mostrou que a tendência do evento é crescer. “Os eventos ligados à cultura geek estão ganhando espaço no Brasil inteiro, principalmente por abranger tudo o que envolve cultura pop, como gibis e super heróis, e aí não estamos falando só da parte japonesa”, disse Kendi.

Tendência mundial – Presidente da Associação Brasil Nippo, Walter Yamada, lembrou a importância da lei de autoria do vereador Aurélio Nomura que instituiu o Dia de Cultura Geek em São Paulo. “Isso é um marco para as todas as tribos. A nossa intenção é começar dessa forma no primeiro ano, mas engrandecendo-a cada vez mais com apoio do município”, disse Yamada, lembrando que que a cultura geek surgiu nos anos 90 e hoje é uma “tendência mundial”. 

Estiveram presentes ainda na abertura a fundadora da Ação Solidária Contra o Câncer Infantil, Darcy Carvalho; o presidente da Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono, Sergio Oda; o diretor-presidente da Jetro, Hiroshi Hara; a diretora de Comunicação do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Cristina Zoriki da Rocha Brito; o presidente do Cooper Clube, Carlos Fujii; o presidente da Acal, Pedro Yano; o diretor Regional da Noroeste do Bunkyo, Shinichi Yassunaga, o presidente da Associação Fukushima Kenjin do Brasil, Francisco Sato e o primogênito do empresário Hirofumi Ikesaki, Carlos Ikesaki, entre outros.

(Aldo Shiguti)

spot_img

Relacionados

Destaques da Redação

spot_img